"As cores são minha obsessão, meu divertimento e meu tormento de todos os dias" (Monet)

25/05/2010

AQUARELA - Uma nova abordagem

Aquerela borrifada com álccol em papel reciclado 
(clique na foto)

Feita por mim... literalmente! hahahaha

Esta é a nossa Táta

Vou ficar aqui rezando para que ela não veja este post... Se não, vem aquela famigerada frase "mãmanhêeeeeee vc não desiste de me pintar deste teu jeito esquisito" rsrs

Minhas filhas sempre foram minhas modelos prediletas, principalmente na elaboração de nus. Só faziam uma exigência: Não queriam mostrar o rosto. Creio que elas já se imaginavam peladas dependuradas nas paredes de galerias de artes sendo analizadas nos seus mínimos detalhes. Neste caso, ou eu mudava o rosto ou as colocavam pousando de costas.

De uns tempos para cá não tenho mais conseguido esta proeza. Não que elas tenham se tornado ainda mais tímidas, acho que se cansaram de ficar tempos a fio na mesma posição enquanto eu desenho.

Vou contar um acontecimento engraçado: Certa vez, uma delas, a mais velha, pousava para mim. Impaciente e cheia de compromissos, me abandonou antes que eu terminasse o desenho... ficou faltando um pé; justamente o que estava em perspectiva.

Não sei o que se passa com outros artistas, mas pés, mãos e orelhas são as partes anatômicas do corpo humano mais difíceis para eu desenhar. Nariz também é outro martírio! Ele não tem traços, só sobra e luz.

Neste impasse, não pensei duas vezes: Chamei a mais nova, coloquei-a na mesma posição e terminei o desenho. Acontece que ela tem o pé muito menor que a irmã e isto ficou visível e um tanto desproporcional na pintura depois de pronta.
Eu adorei isto, tanto que nunca vendi este quadro.
Qualquer dia vou postar a foto dele aqui.

7 comentários:

  1. Bá, mas achei linda! Mas a história do corpo de uma e do pé da outra eu quero ver!
    Agora cá pra nós... ficar horas posando, hein? Você ficaria? rsrs

    beijão
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sueli!

    O seu blog está muito bom; vai ser sucesso na certa.

    Parabéns pela bela aquarela da Tatá, que está ótima.

    Abraços,
    Pedro.

    ResponderExcluir
  3. Amiga Sueli obrigado pela visita e comentário carinhoso no Baú vai ser um prazer e uma honra acompanhar seu trabalho Sobre suas pinturas nem preciso falar são lindas! GOSTO DA MANEIRA TRANQUILA QUE VOCÊ ESCREVE PARABÉNS! Valeu!

    ResponderExcluir
  4. Passei por aqui e voltarei, para conhecer melhor essa alma passarinha.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Demorei, mas vim retribuir a sua visitinha!
    Uippp...!!! Amei seu trabalho e a Tatá deve estar de nariz em pé !
    Esse blog só tem arte!!! Que chique!
    Parabéns por tantos trabalhos lindos!
    Também tenho os cabelos lambidos!!! Amaria ter cachos!!!
    Só dá doida mesmo!Se tivesse cachos ia querer alisar! Mas não é questão de menopausa não! (Risos)
    Bjssss...milll...

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Agradeço a sua visita ao meu blogue e tb estou encantado com as suas telas.
    Aqui deixo a minha marca

    O artista é um deus
    Que governa o seu mundo
    Como mais ninguém.
    Seu conhecimento é profundo
    E consegue sempre ver mais além.
    O artista é um senhor
    Que enfeitiça a paisagem,
    Encanta a beleza
    E sedu-la com coragem.
    Sua destreza
    Com as tintas e pincéis
    Torna as linhas em servos fiéis.
    O artista prende, sem medo,
    Aquilo que vê
    E imortaliza em segredo
    A alma da paisagem.-

    ResponderExcluir
  7. Olá Sueli!
    Não tenho deixado comentários mas passo sempre para ver as novidades. Parabéns por esta aguarela. Está diferente do que habitualmente se vê numa aguarela.
    Também gostei muito do quadro anterior.
    Quanto ao pintor do primeiro post, não conhecia mas valeu a pena ficar a conhecer.
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Tua visita me deixa muito feliz e o teu comentário é importante para o meu aprimoramento. Aceito sugestões, críticas construtivas e elogios, naturalmente, que não sou boba, né... rs. Só não aceito e nem vou publicar comentários anônimos com gracinhas sem graça e ofensas de gente desocupada. Aos anônimos peço que assinem, por favor.

A todos meus agradecimentos e meu carinho!

Sueli Gallacci