"As cores são minha obsessão, meu divertimento e meu tormento de todos os dias" (Monet)

14/04/2013

Interpretar com simplicidade



(clique)

Seja qual for o tema podemos interpretá-lo com simplicidade, focando-nos apenas no que é essencial: cor, tom e direcionamento das pinceladas. Naturalmente isso não é regra absoluta, pois, embora seja a pintura uma  criação, é também o poder de interpretar a realidade e cada pintor possui a sua maneira.

O que quero dizer é que sua pintura não será menos valorizada se você omitir detalhes que pouco ou nada representam ao todo. É verdade que existem estilos que são valorizados justamente pela riqueza de detalhes, como o Barroco e o Flamengo com influência do estilo Romântico, por exemplo. Artistas da atualidade que seguem esses estilos costumam retratar até insetos e gotas d’água nos florais.

Alguns principiantes acham que ao retratar cenas ‘vivas’, devem pintar tudo que seus olhos veem. Costumam associar isso a um bom trabalho, o que efetivamente não é. O que caracteriza uma boa pintura não é o tema, nem a técnica e muito menos a fidelidade. O que caracteriza uma boa pintura é a sua linguagem, ou seja, a maneira como será ‘apresentada’ ao observador: suas linhas de composição, o equilíbrio das cores ‘escultóricas’, ou, bruscamente contrastadas nos valores cromáticos e etc. Uma pintura pode ser considerada boa justamente por ter seu foco maior na ausência de elementos, e ainda assim, transmitir uma mensagem. Enfim, podemos apreciar uma pintura da mesma forma que apreciamos os sons de uma musica sem precisar ver os instrumentos. Pense nisso antes de julgar uma pintura feia ou bonita, perfeita ou imperfeita.


Por experiência afirmo que retratar sumariamente apenas o essencial é mais difícil do que copiar fielmente uma cena, ou um tema montado. Nossa tendência a focarmos nos detalhes é grande, e decidir o que entra e o que fica de fora de uma pintura exige conhecimento e muito treino. Mas isso não é impossível, como digo sempre. Vale a pena investir nisso para que sua pintura ganhe uma aparência madura, livre do estigma de amadorismo.  

Para encerrar, dou algumas dicas para quem aprecia essa maneira de pintar:

1- Comece retratando uma paisagem ou uma cena urbana, ao vivo. Pode ser a vista da sua janela. (em outra postagem vou ensinar como construir um ‘visor’ que o auxiliará a isolar a cena a ser pintada buscando um enquadramento perfeito).
2- Faça um esboço simplificado, apenas dos itens que mais se destacam, e/ou dos que mais lhe chamou a atenção. Ou seja, faça uma avaliação cuidadosa dos ítens que fará a pintura 'funcionar'.
3- Na hora de pintar, olhe para cena com os olhos semicerrados e procure captar apenas os valores tonais  (luz, sombra e meio tons).
4- Pinte ‘em blocos’ de cores com pinceladas largas, definidas e isoladas. Analise a direção.
5- Nos retoques finais, refine as formas e os tons com pinceladas sobrepostas, mas sem exageros. Cuidado para não alisar demais.
6- Resista à tentação de pintar todos os gravetos, cada folha seca no chão, cada florzinha silvestre, cada passarinho, cada inseto, todos os transeuntes, todos os carros, todos os postes, cada bituca de cigarro no chão, etcétera e tal...rs.
7- (x) Relevem a gracinha sem graça hihihi... Tava indo tão bem, mas não resisti à tentação...


 


  

18 comentários:

  1. Não pinto, nem sou crítica de arte, seja ela qual for...o que importa,a mim, é que me encante ao olhar!
    Mesmo não pintando, gosto saber sobre pintura e pintores, gosto de suas biografias.
    Até das "dicas", aí descritas, eu gosto!
    Gosto, quando venho aqui, Sueli!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lúcia!

      Tbm gosto da sua presença aqui! A função da arte é essa mesmo: encantar quem aprecia.

      Um beijo enorme.

      Excluir
  2. Tal como a Lúcia não sei pintar mas adoro apreciar pinturas, através delas divagamos os nossos pensamentos e libertamos tantas vezes a nossa alma às vezes bem carregada de problemas.
    Um excelente domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Maria!

      'Libertar a alma carregada de problemas' através de um olhar na arte, achei ótima sua colocação! É isso, amiga. A arte nos toca, nos emociona de um jeito muito especial, chega a nos causar certa 'euforia'. É isso que sinto.

      Grande beijo pra vc!

      Excluir
  3. Ai Sueli estou aqui pintando do meu jeito de pintar, de qualquer jeito que seja dentro do meu jeito. Como sofro por não ter estudado. Ontem pintei umas flores e uma paisagem, na primeira tela não consegui os efeitos que queria, e elas ficaram apenas com a visão simples de um vaso com flores sem expressar qual flor, ou ter forma de flor, sei que gostei. Na paisagem já tentei colocar mais detalhes embora não estivesse copiando de nada, apenas criando pela minha própria vontade de fazê-la ficou bonito. Mas sei que falta isto o que você tem, talento, e conhecimento de técnicas. Achei lindas as suas duas telas, e percebo que você passou o recado, ou seja se expressou divinamente nas telas, sem que precisasse detalhar. Aprendi muito com sua aula.
    Obrigada minha amiga. Eu só posso pintar com tinta acrílica de tecido, por que tenho alergia ao cheiro da tinta acrílica para tela, e muito mais à tinta À ´óleo. Fico desesperada pois não consigo com a tinta que uso os efeitos que imagino, e acabo me frustrando muito. Mas não deixo de pintar assim mesmo, pois isto faz parte de mim assim como escrever. Bjs.
    Adorei. fica com Deus.
    Um bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lourdinha!

      Pinte do seu jeito, de qualquer jeito, mas pinte. Um pouco de teoria e prática constante, produzem bons frutos. Suas flores ganharam valiosa simplicidade através do seu 'sentir', mais do que do 'olhar'. Isso é arte, minha amiga! Arte 'pura' na ambiguidade da palavra.

      Digo que o talento se desenvolve pela paixão, e isso vc já tem.

      Uma dica: Já existe no mercado internacional tintas acrílicas sem cheiro. Procure pela internet. Não sei de nenhuma marca pra te indicar, pois nunca comprei. Se bem, que o efeito final da acrílica é semelhante a de tecido. Somente com a tinta à óleo conseguimos certos efeitos. Sou muito alérgica a tinta à óleo, pois sofro de asma, e volta e meia abuso, passo dias pintando e tenho crises violentas. Mas não paro de pintar rsrs... Meu médico disse que sou um caso perdido rsrs. Quase sempre pinto ao ar livre e não abro mão da máscara. Ajuda bastante. Experimente. Pode ser a solução pra vc.

      Eu que agradeço tua presença aqui e suas palavras de incentivo! Adoro seus comentários, fico saltitante quando chega um rsrs.

      Um mega beijo, minha amiga! Linda semana pra vc!!

      Excluir
  4. Minhas saudades é muito grande
    de estar sempre presente no seu blog.
    Estou tentando voltar correndo de tanta saudades
    de visitar a todos que tenho muito carinho.
    Eu vivo justificando sempre minha ausência
    fico triste demais a presença de cada amigo (a)
    é muito importante para mim.
    Fico feliz não só de receber ,
    mais de retribuir o carinho que sempre recebi.
    Espero tudo ficar bem em minha vida
    e nunca mais ficar longe de você.
    Eu não estou fazendo uma lamentação
    cada um de nós tem dificuldades ,
    e problemas na vida também.
    Foi a única forma de
    justificar minha ausência falando
    aquilo que realmente estou passando.
    Deus abençoe sua semana .
    Beijos no coração carinhos na alma.
    Evanir..
    Com Cristo tudo eu posso.
    Eu posso suportar.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sueli, que texto bem escrito e conciso!Por respeitar vários Movimentos e de todos se tirar um pouquinho é que se chegou à simplicidade nas pinceladas. E nada tão belo como pintar, escrever ou fazer algo em que a simplicidade dá as coordenadas. Claro que a fase do Rococó, do Barroco, Realismo etc., tiveram e ainda têm sua extraordinária beleza até hoje. Acho que em pintura, em arte, tudo é válido, todas os Movimentos, Escolas e Períodos foram extremamente importantes, mesmo o Academismo - em que tolia a criação e que muitos caíram fora. Mas deu-lhes a base. É óbvio que certas pinturas caem mais na preferência de alguns do que de outros.
    Adorei as obras - como sempre!

    Mandou lindo!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, corretíssima no seu comment!!

      Assim como a ciência a arte caminha para a evolução, e cada vez mais percebo que o que prima é a capacidade de interpretação do artista sem abrir mão da liberdade. Todos esses movimentos que vc citou ainda hoje ocupa um espaço no gosto refinado de colecionadores – pelo próprio valor representativo de uma época. O que mudou foi o conceito do que é certo ou errado. Porém, vejo na simplicidade de elementos dentro da pintura o ponto chave que oportuniza o artista de ‘se elevar’ além do que está sendo representado. Quando tudo é menos, o que mais aparece é o criador.

      Brigadão migaaaaaa!! Valeu!!

      Bjobjo!!

      Excluir
    2. Exatamente, o lindo, o que aprecio é uma arte livre de confusão, e isso é simplicidade! Lembro que Mondrian, uns 10 anos antes de criar os seus inconfundíveis abstratos, suas pinceladas, principalmente em igrejas eram rápidas, quase que apenas contornos. Mas eram igrejas.Nitidamente igrejas, simples. Depois que foi mudando seu estilo. Lembrei disso, quando você falou. Mas já tinha mandado.

      bjosbjos!

      Excluir
    3. Bem lembrado, amiga! E quantos seguimentos se inspiraram na arte simples de Mondrian! A moda, a decoração, etc. Mondrian dizia que não se preocupava mais em fazer 'arte bonita', e sim 'arte correta' Referia-se ao equilíbrio de forma e cores.

      Bjobjossssssssssssssssss rsrs

      Excluir
  6. Sueli, você me lembra muito um Mestre que tive na Sociedade de Belas Artes, ele falava tudo o que você diz aqui, sensacional!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada amiga! fico feliz que tenha gostado da matéria. Ainda tenho muitas coisas a compartilhar com os amigos e leitores, de fato é infindável o aprendizado... Porém, meu tempo anda curto, mas devagar eu chego lá.

      Grande beijo, sempre bom quando vc me visita e comenta!! Adoroooooo!!!

      Excluir
  7. Boa noite querida, passei pelo seu cantinho e achei muitas coisas legais por aqui, visite-me www.medicinepractises.blogspot.com




    By,



    Nathacha Phatcholly

    ResponderExcluir
  8. Olá Sueli,
    parabéns pelos textos e pelas pinturas - lindíssimas!
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Antonio!

      Um elogio vindo de vc é um prêmio!

      Grande abraço, lindo final de semana pra toda tua família!

      Excluir
  9. Parabéns Sueli! Gostei de tudo e aprendi muito. Que Deus a abençoe!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Sueli! Gostei de tudo e aprendi muito.

    ResponderExcluir

Tua visita me deixa muito feliz e o teu comentário é importante para o meu aprimoramento. Aceito sugestões, críticas construtivas e elogios, naturalmente, que não sou boba, né... rs. Só não aceito e nem vou publicar comentários anônimos com gracinhas sem graça e ofensas de gente desocupada. Aos anônimos peço que assinem, por favor.

A todos meus agradecimentos e meu carinho!

Sueli Gallacci