"As cores são minha obsessão, meu divertimento e meu tormento de todos os dias" (Monet)

08/05/2013

Inspiração nossa de cada dia...


(clique)


Pessoas que criam dependem da inspiração, que pode ser traduzida por ‘iluminação’, ‘influxo’, ou ‘lampejo’.

Quando falta a inspiração, sentimo-nos vazios e incapazes de criar. Como escrevi num poema, ficamos na "escuridão, como se estivéssemos habitando na face oculta da lua". Nosso ‘sentir’ parece ter-nos abandonado, e passamos a achar tudo ao nosso redor sem graça nenhuma. Insignificante demais para merecer mais do que um simples olhar, quanto mais retratar numa pintura.

Todo artista, principiante ou maduro, já passou por isso pelo menos uma vez na vida. Eu mesma, por várias vezes, tive a sensação que já havia pintado tudo que valia a pena pintar: o resto não me interessava. Isso é perfeitamente normal e já me habituei com esses ‘buracos na alma’ porque sei que passa.

Por esse motivo, incentivava meus alunos a não desistirem quando a inspiração fugia. Costumava brincar dizendo que as férias dela era bem curtinha e que em poucos dias, estaria de volta. Formulava frases e escrevia na lousa do ateliê como lembretes. Uma delas é a que está na coluna lateral desse blog: “Se um dia lhes faltarem a inspiração, pinte seus sapatos... todo mundo tem um”.

Um dia uma aluna novata chegou para aula e me disse: ‘Ontem segui seu conselho e pintei meus sapatos. Eram brancos e eu pintei de preto. Ficou uma merda’. rs

Levou alguns minutos para eu conter o riso de todos – inclusive o meu. Depois, lhe expliquei o que eu quis dizer com essa frase: não era para ela pintar literalmente seus sapatos, e sim usá-los como modelo.

Formulei essa frase como uma metáfora para dizer que TUUUUDO que está ao nosso redor pode nos servir de modelo. Até aquilo que juramos que não serve, pode ser um ótimo pretexto para pintar. Gosto de citar Van Gogh que pintou um caranguejo antes de cozinhá-lo. O que caracteriza uma boa pintura não é o modelo, é tudo aquilo que já disse no post anterior. Quando não conseguimos ‘ver’ isso é que pensamos estar sem inspiração... Portanto, xô falta de inspiração!!! Você é um fantasma!!!

 A Negra - Tarsila do Amaral

A inspiração pode vir de várias formas: pelo olhar, sentir, imaginar e até pelo ouvir! Isso mesmo, podemos nos inspirar em algo que ouvimos. Essa bela obra de Tarsila do Amaral nasceu de uma história que ela ouviu quando era menina na fazenda cafeína de seu pai. Certa mulher, descendente de escravos e empregada agrícola da fazenda, lhe contou que as negras escravas costumavam amarrar pedras pesadas aos seios para alongá-los ao máximo. Assim, os seios alcançavam os filhos que eram amarrados nas costas enquanto elas trabalhavam na lavoura.

Por esse motivo, Tarsila retratou apenas um seio: foi a maneira que encontrou de chamar a atenção para esse detalhe do seio longo, que enfatiza sua fonte de inspiração.

Acho essa história de uma beleza extraordinária!! Tarsila do Amaral retratou coisas simples numa linguagem pictórica ingênua, quase infantil. Era uma mulher de extrema sensibilidade que soube explorar seu potencial no ver, no sentir e no ouvir. Ela não precisou buscar por coisas fora do comum para pintar. Pintou o corriqueiro, mas interessante. Ela, por si só, já é fonte de inspiração para todos nós.

18 comentários:

  1. Sueli,



    Quanta beleza poética possui tua arte, espanta até a falta de inspiração alheia! Vou já pintar meus sapatos! rsrs


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs Obrigada Amiga!

      Muita inspiração pra vc! Mas acho que vc não precisa de mais, tá sobrando aí rsrs

      Bjão amiga!

      Excluir
  2. Ai, Sueli,

    Que maravilha esta aula, na verdade uma crônica tão bem elaborada que me trouxe inspiração. Tem dias assim. Hoje acordei me sentindo "Vazia do lado negro da lua, com um buraco na alma",acordei, mas já não me sinto mais assim.Diante da sua poesia e desta história que também inspirou Tarsila na criação de sua obra,"A Negra"
    Me senti renovada e a alegria chegando aos poucos. Também achei hilário a interpretação da sua aluna diante do seu conselho. Poxa! Queria ser eu sua aluna.
    A pintura dos sapatos vermelhos é magnífica, a tua sensibilidade também me comove.Parabéns.
    Só posso dizer que Adorei!!!!. bjs. minha amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/\o/\o/\o/\o/\o/ comemorando muito aqui tua inspiração que voltou!! rsrs

      Lourdinha, a inspiração é danada de traiçoeira rsrs. Escrevi esse texto para mostrar que na verdade ela não nos deixa, ela se esconde rsrs. Mas, sabe amiga, nem eu me convenci disso ainda rsrs.

      Adorei que vc gostou!!! Obrigada pelos seus comentários que sempre acariciam minha alma!! Palavras tão sinceras que me comove e incentiva!
      Não é possível ser minha aluna, mas vamos trocando figurinhas aqui... Logo mais vou te mandar aquele e-mail sobre o desenho.

      Bjos querida amiga! Lindo findi!!

      Excluir
  3. kkkk, é aquele conhecido 'branco' que dá! Mas o cotidiano é riquíssimo, só olhar ao redor, acharemos uma pessoa, uma cena, uma árvore esquisita ou um sapato vermelho, retratado belamente!
    Isso acontece sempre com todos os que criam alguma coisa. E o ponto forte é não se desesperar, acreditar, dar uma pausa que a ideia vem! É confiar no taco.

    Beleza, Su! Texto impecável. Adorei.
    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso, amiga! Mas eu prefiro chamar de ‘preto’ em vez de ‘branco’ kkkkkkkkkk

      A falta de inspiração tem a ver com um ‘tediozinhos’ que bate de vez em quando... Pelo menos é assim comigo. Depois, paro e penso: o problema não está nas coisas, está comigo. COMIGO!! E funciona rsrs.

      Bjo grande, obrigadão! Seus comentários me inspiram, seus e-mails me incentivam!! (leia: puxões de orelha) rsrs

      Excluir
    2. Aí usa Preto?? Aqui a gente usa Branco: deu um branco! kk.
      Coisa de região pra região.
      Mais beijo.

      Excluir
  4. kkkkkkk Aqui tbm usamos a expressão 'deu branco', mas no meu caso eu digo 'deu preto' kkkkkkkkk.

    A falta de inspiração se assemelha a 'estar no escuro', não ver nada!! Um período 'negro' na vida. Mas a tela é branca, né... E está vazia... Sei lá, vou repensar tudo kkkkkkkkkkkkkkkkk

    +bjobjo!

    ResponderExcluir
  5. Haja motivação.....e a inspiração aparece....
    Comigo é assim....só que a motivação anda arredia....Logo....
    Pois...é isso..

    Pintei uns sapatos castanhos...em preto...e fui um artista.hihihi
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Andrade! A motivação é a antecessora da inspiração. Minha motivação são as encomenda$$$$$ hehehe. A inspiração logo aparece rsrs.

      Grande abraço, obrigada pela sua presença sempre bem vinda!

      Excluir
  6. Adorei os sapatos vermelhos e tanta coisa me veio à mente através deles... O filme "O feiticeiro de Oz" e aqueles fabulosos sapatinhos vermelhos... um verão muito quente com o sol quase vermelho...realmente a nossa mente é um caminho certo para a inspiração...
    A história da tua aluna me fez rir....realmente a inspiração andava negra por ali...
    Beijo e um bom fim de semana.
    Graça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Graça!

      É verdade minha amiga, nossa mente é que 'trabalha' nossa inspiração através da imaginação... Podemos treinar nossa mente a captar melhor esses 'lampejos', mas mesmo assim a danada da inspiração às vezes nos foge rsrs.

      Bjos querida, que bom ver vc aqui!!

      Excluir
  7. Estava na Lourdinha e vi seu comentário me deu vontade apreciar o espaço de uma 'artista plástica' rs adoro cores e adorei seu blog.
    Sou uma curiosa e amante da Arte _ cheguei a ter umas aulinhas de pintura e tenho algumas telas simples mas muito queridas _ abandonei os pinceis há um bom tempo e agora ando a clicar o cotidiano fazendo da fotografia o meu hobby de todo dia.
    Lindo demais _ vou ficar mais um pouco apreciando e venho ve-la quando der.
    um abraço e Parabéns pelo texto pelo perfil pelo 'sapato' por tudo lindo aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lis!

      Um prazer imenso receber sua visita e seu comentário! Fico feliz que tenha vindo ‘através’ da Lourdinha, uma amiga muito querida.

      Bom saber que, embora tenha abandonado os pincéis, não abandonou a arte. Sim, a fotografia é uma arte das mais primorosas. Arte que infelizmente não domino, sou a pior fotógrafa do planeta! rsrs.

      Quem sabe vc volte aos pincéis e fotografe suas cores... Vou ficar daqui torcendo!

      Um beijo enorme! Obrigada querida, sempre bem vinda aqui!!

      Sueli Gallacci

      Excluir
  8. Deliciosa coloquialidade, Sueli...

    ResponderExcluir

Tua visita me deixa muito feliz e o teu comentário é importante para o meu aprimoramento. Aceito sugestões, críticas construtivas e elogios, naturalmente, que não sou boba, né... rs. Só não aceito e nem vou publicar comentários anônimos com gracinhas sem graça e ofensas de gente desocupada. Aos anônimos peço que assinem, por favor.

A todos meus agradecimentos e meu carinho!

Sueli Gallacci